FRUTO PARA DEUS E FRUTO PARA A MORTE

Maturidade e Fruto (2)

“Pelos seus frutos os conhecereis”, disse Jesus. O fruto tem a ver com a espécie, a alimentação e a poda de uma árvore. Impossível ser frutífero no contexto do Reino de Deus sem avaliar estes três ítens tão importantes!Foi pensando que me deparei, de novo, com a família em Betania, cidade bem perto de Jerusalém, apresentada a nós pelo evangelista Lucas, depois detalhado por João, quando Marta e Maria têm que viver a morte do irmão, que segundo o texto, Jesus amava. Que fruto havia naqueles três que agradavam tanto ao Mestre? Eles passam no crivo do fruto citado acima?

Primeiro eles passaram de uma espécie morta, o judaísmo, para uma espécie viva, como discípulos de Jesus, o Cristo. O ungido de Deus. Aquele que, ao ser anunciado pelos anjos, já era uma ameaça para os Judeus e para os Romanos. Os reis Romanos se diziam ungidos, se diziam filhos dos deuses. Os judaizantes se diziam Mestres. Ele foi chamado de “Maravilhoso conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz”. A Ele foi atribuído um Reino que não teria fim, no livro de Isaias. Foi isso que os Anjos cantaram ao anunciar seu nascimento aos pastores em Belém: “na cidade de Davi vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor”. A família em Betania eram ramos desta videira verdadeira. Não mais do judaísmo. Não mais do pecado.

Segundo, eles se alimentavam da Palavra. O texto fala que Jesus passava sempre por aquela casa e se assentava e ensinava. Eles se alimentavam das Palavras do Mestre. Se alimentavam do mais importante. Do que era necessário. Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus. Dali aquela família se alimentava. Por isso eles tinham vida nova. Esperança. Futuro. Fé. Base para saber o que acontece depois da morte: Senhor “eu sei que meu irmão ressuscitará no último dia”, disse Marta ao se encontrar com Jesus, após a morte de seu irmão.

Terceiro, a poda. A pior. A sensação de abandono pelo Senhor, seguido de morte. Depois de 4 dias após enterrarem o irmão Lázaro, aparece o Senhor Jesus como se nada tivesse acontecido, como se de nada soubesse. Que amigo é esse? O que podemos esperar de um “deus” assim? Sabemos o resultado da história. Ele ressuscitou o amigo e o devolveu às suas irmãs.

Qual foi o fruto de Maria? Adoração! Qual foi o fruto de Marta? Serviço. No caminho da santidade, temos que adorar, temos que servir dirigidos pelo Espírito Santo. Mas qual foi o fruto de Lázaro para que Jesus viesse àquela casa e doar vida em abundância? Lázaro Morreu, por isso foi um testemunho para Judeus e Romanos. Morra prá si mesmo e seja ressuscitado em Cristo. Adore e experimente o melhor. Sirva de todo coração e seja mais e mais semelhante a Jesus.

0 Comments

leave a comment